12 de mai de 2016

O Impeachment



Demorou, mas o PT e seu governo de 13 anos sofreram uma derrota decisiva. O Impeachment foi aprovado pelo Senado Federal e a Presidente Dilma saiu do poder, talvez, de forma provisória,  mas uma mudança já está em curso com o governo de Michel Temer, o vice que foi conduzido a Presidencia por conta do afastamento de Dilma.

Vou falar o que eu penso neste texto como jamais falei a respeito deste assunto. A Presidente afastada só está nesta condição porque é fraca politicamente, foi alçada ao poder pelo seu antecessor, o Presidente Lula, e não foi preparada para tal função. Dilma foi uma aposta pessoal de Lula, que foi muito errado. As pedaladas fiscais, tal fundamentação jurídica para o fato, aconteceu, mas é prática corriqueira de governos por todo o Brasil.

O que aconteceu com Dilma foi fruto da falta de jeito com a política e com a governança no Brasil. De fato, a petista sai da presidência, como uma pessoa que  se mostrou incapaz de governar o Brasil, um estado-continente, com mais de 200 milhões de habitantes.

O seu sucessor, Michel Temer, tem a dura missão de consertar o estrago feito por Dilma e os seus companheiros de partidos, roubalheira na Petrobrás, recessão e desemprego fortes. O Brasil pode ressurgir, se vai eu não sei, mas tem todas as condições para isto, realizar reformas pendentes como a da previdência, a tributária e a trabalhista.

A nós que queríamos a saída dessa turma de vermelho, cabe fiscalizar e cobrar do novo presidente, e se fizer alguma coisa de errado, voltar as ruas para protestar. Estamos de olho Temer.


Nenhum comentário:

Postar um comentário