3 de set de 2016

A Santa dos Pobres



O catolicismo tem uma particularidade de usar pessoas como instrumentos da fé, os santos. Estes santos são de vários lugares do mundo e que ficaram conhecidas por aproximar as pessoas da igreja. Uma das pessoas mais conhecidas e respeitadas do Mundo se tornará santa neste domingo. A famosa Madre Tereza de Calcutá, semeadora da paz e da igualdade e fraternidade entre as pessoas, será canonizada pelo Papa Francisco no Vaticano, numa cerimônia aguardada por todo o mundo.

Madre Tereza é de origem albanesa e foi para a Índia nos anos 40 enviada por sua congregação, As Irmãs de Nossa Senhora de Loreto, desenvolvendo um trabalho junto as comunidades pobres de Calcutá. Sua marca registrada foi a de buscar sempre a paz no mundo e ajudar os mais necessitados. Lutou para melhores condições de vida em sua cidade, principalmente, o tratamento de doenças como Tétano e Difteria. Por seu trabalho, a religiosa ficou conhecida no mundo todo e ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 1979 e faleceu em 1997, mas até hoje tem sua memória e seus ensinamentos preservados e divulgados pelo mundo.

O processo de Madre Tereza para virar uma santa começou em 2002, no ano seguinte, foi beatificada e amanhã será canonizada, que é a cerimonia para uma pessoa virar santa. Para a Madre virar santa, o Vaticano examinou casos em que a pessoa reza para Tereza e acontece um milagre, melhora sem explicação da ciência para a enfermidade. Dentre os casos que fizeram Madre Tereza ser santa, está a de um brasileiro que recebeu a intercessão da Santa e curou de uma infecção gravíssima no Cérebro. 
 
Termino o texto com uma frase para refletir de Madre Tereza

“Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração. As palavras que não dão luz aumentam a escuridão.” Madre Tereza de Calcutá

Nenhum comentário:

Postar um comentário